Pesquisar este blog

sábado, 28 de março de 2009

Quem & Kid Enfrentam os Poderosos parte 10





EDIÇÃO ESPECIAL

“MORTE DE PLÁSTICO” FAZ REVELAÇÃO BOMBA:

EU FUI ENROLADA PELA CAMBADA DO “PONTAL DO ESTALEIRO”!

"Morte de Plástico" vai ao Anfiteatro Por do sol


Cansada de esperar por uma comissão que receberia dos empreiteiros da Favela Chique, a “Morte de Plástico” me procurou para desabafar. Entre outras coisas falou das gravações que possui das negociatas que envolvem a “Favela Chique”, e do vereador que afanou sua comissão.

“Morte de Plástico”, o que houve? Por que toda esta revolta? Os boatos de financiamento de campanha de alguns vereadores são verdadeiros?                            
                                                                                                             era um domingo "massa"

- “Quem (?)”, levo meu trabalho muito a sério. Por isso não admito ser enganada. Eu fui enrolada pela cambada do “Pontal do Estaleiro”. Acompanhei a montagem de todo esquema e até posso contar tudo que aconteceu. Veja bem... A fórmula usada é bastante simples. Basta juntar um grupo de empresários inescrupulosos com outro de políticos ambiciosos e sortidos.

Sortidos?

- É... Raposas velhas, new richs com cara de inteligentes, demagogos profissionais, lideres de araque. Misture tudo e você terá o caos. A receita é antiga, mas funciona. O resultado é sempre o mesmo. Observe o Congresso, em Brasília. Até agora não votaram nenhum projeto importante. Está amarrado pelos sucessivos escândalos. Enquanto isso, o sapo barbudo vai comendo todos pelas bordas. Aqui, não é diferente, a única diferença é que o cachê é mais barato. (Careta de mau humor)

E os financiamentos de campanhas?

- Veja bem, acho até ingenuidade você me perguntar isso. A declaração da Neusa Canabarro é muito clara. Ela disse numa rádio da cidade, mais ou menos isso: -“Se tem alguém oferecendo, alguém negando; alguém deve ter aceitado.” Para bom entendedor, meia palavra basta. Neste caso, são dez palavras, duas vírgulas e um ponto final. O camarada nem precisa ser tão bom entendedor. Entendeu? Ou vai querer que eu desenhe? (risos debochados)

Punks adoraram a "Morte"
                                                                                                                                                                       
Pensando bem, nem precisa... Mas e as gravações das negociatas?
                                                                                                                   
- AH! Sim... Como funcionário do “cara lá de cima”, tenho acesso aos arquivos da vida inteira de qualquer um. É aquele cineminha que algumas pessoas vêem, pouco antes de morrer... De me encontrar... (olhar pensativo). Ultimamente, quando me meto em negócios exclusos, transformo parte desse arquivo em gravações digitais, estou conectada com as novidades. Faço isto para evitar algum espertinho de última hora, ou melhor, espertinho na última hora. Em vez de passar a vida inteira, passo a parte que me convém. É mais rápido. Como não recebi a minha parte, poderia mostrá-las. Mas, não o farei. Sempre vai aparecer alguém pra dizer que são ilegais. onseguidas sem autorização judicial. Como anda acontecendo por aí. O cara sabe que gravação é verdadeira, mas a verdade, isto é o conteúdo, não é levado em conta se ele não tiver a tal autorização. Ou seja, algumas leis brasileiras são tão estúpidas, que são capazes de varrer a verdade pra baixo do tapete. Por cima a ordem e por baixo o retrocesso. ORDEM E RETROCESSO... Acho que já vi algo parecido escrito por aí... Tenho vergonha na cara e não quero passar por este vexame.

 E quanto a sua parte na armação?


- Prefiro não comentar o quantum. Era muito pouco. Mas, enfim aceitei. O pessoal do mal quando me vê sempre oferece alguma coisa para atrasar o meu serviço. No caso do Pontal do Estaleiro, percebi que o projeto era importante para dar início a uma grande catástrofe na cidade. Atrasaria o lado deles (morte), mas em compensação ganharia no atacado mais lá na frente com uma tragédia ambiental sem precedentes para a cidade. Mas, no dia em que iam entregar minha parte no cemitério João XXIII, onde me hospedei, recebi uma ligação dizendo que o meu pagamento havia sido cancelado por conta da crise mundial. Mais, tarde fiquei sabendo pelo pai-de-santo do vereador responsável pelo pagamento, que ele ao invés de entregar minha parte, havia pago um suborno para manter suas máquinas caça níqueis na zona norte da cidade. Reclamei para os empreiteiros e eles disseram que não podiam fazer nada, lavaram as mãos que nem o prefeito Bocaça.

meninas fashhion aprovam a elegância
E agora?                                                                                 
                                                                                
- Agora eu faço questão de melar este empreendimento. Pretendo atuar ao lado dos ecologistas falando apenas a verdade. Vou dizer a todos: - Vote contra o Pontal do Estaleiro ou pego você mais cedo do que imagina... Tenho a impressão de que esta frase, por exemplo, é contundente e de efeito. Posso ainda me juntar aos publicitários e marqueteiros e elaborar uma campanha “verdadeiramente mortal” para o Projeto do Pontal. Também, pretendo ceder meus direitos de imagem a todos aqueles lutarem contra o “Pontal”. Acho que isso vai me fazer bem. Pois, tenho curtido esta cidade.

                                                              Curtido a cidade?
no Chalé da praça XV

- É sim, curtido a cidade. Por onde ando em Porto Alegre recebo boas vindas. Sinto que as pessoas não têm nenhum medo de mim. Elas me entendem. Sabem que se andarem na linha, cuidarem bem de suas vidas e do corpinho; encontrar-me-ão, no tempo certo... Na hora certa!

O pessoal do cinema Americano, das religiões populistas, andaram denegrindo minha imagem no ocidente. Não sou do mal, sou tão importante quanto a vida, sou a renovação. Um novo ciclo só começa se outro se encerrar. E eu realizo este fechamento, faço parte da natureza.
                                                                                                            Crianças seduzem a "Morte de Plástico"

Outra coisa, que gostaria de dizer, é que estou ficando de coração mole por causa das crianças. Estes seres maravilhosos e sem preconceitos me adoram. Isto tem me emocionado muito. Jamais faria mal a qualquer criança. Além, do que elas têm a proteção pessoal do grande J.C., o tal barbudo de Nazaré.

Mas, tem uma coisa, elas terão o futuro comprometido se seus pais não reverterem o colapso ambiental que está a caminho com o processo de aquecimento global. Pra mim isto não será novidade, já vi civilizações inteiras sucumbirem diante da devastação da natureza.
Posso citar o povo Maia nas Américas e povo babilônico no Oriente Médio.

Por onde andou em Porto Alegre?
mercado público

- Fui ao anfiteatro Por do Sol, num domingo e me diverti muito. O dia estava belíssimo, pessoas simpáticas aos milhares, foram momentos inesquecíveis. Há muito tempo não parava para assistir um Por do Sol sem assustar alguém. Também fui ao Mercado Público, assisti a gravação de um programa ao vivo no Largo Glênio Peres. Tô muito a fim de assistir um grenal. Se um dia me aposentar acho que venho morar nesta cidade. Fora os políticos, as pessoas daqui são muito... Como se diz mesmo... Ah! As pessoas são tri legais!

E os dreitos de imagem?
                                                                                                       
 - Bem, “Quem (?)”, você poderia organizar um book pra mim e colocá-lo na Internet. Eu te forneço o material e você o disponibiliza a quem quiser usar contra o Pontal do Estaleiro. Sabe como é... Trabalho muito. Acho que você pode me dar esta foicinha. Opa! Desculpe, quis dizer forcinha.

Pode deixar comigo, “Morte”. Muito obrigado pela entrevista, foi muito esclarecedora e aproveite a cidade! NA PRÓXIMA POSTAGEM DIVULGAREMOS O BOOK FOTOGRÁFICO DA "MORTE DE PLÁSTICO" (risos e mais risos)

Na praça XV não tem bancos - o povo tem que sentar no chão

3 comentários:

  1. Ahahahahahaha!!!
    Assim vcs (quase) me matam de tanto rir!!!!
    Adorei conhecer pessoalmente a "morte e o "famoso quem?".
    este blog tá hilário!!!
    bjussssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss
    Ines MXC

    ResponderExcluir
  2. Apoiado "Morte" e gostaria de pedir aqui que os fumantes de cicarro parem de jogar suas baganas na orla e pela janelas de seus carros, mais ecologicamente correto é cada um guardar suas baganas e depositalas numa lixeira.

    ResponderExcluir
  3. Mate um capitalista pelo ambiente

    Kill a capitalist for the environment

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...